O Brasil não acabou e foi pra rua

Em 2014, a Empiricus lançou uma campanha de repercussão inédita para a jovem empresa que então éramos. Intitulada “O Fim do Brasil”, a peça era um diagnóstico sombrio sobre os rumos que a nossa economia tomava naquele último ano do primeiro mandato de Dilma Rousseff.

Em 2014, a Empiricus lançou uma campanha de repercussão inédita para a jovem empresa que então éramos.

Intitulada “O Fim do Brasil”, a peça era um diagnóstico sombrio sobre os rumos que a nossa economia tomava naquele último ano do primeiro mandato de Dilma Rousseff.

Com sua capacidade única de traduzir conceitos complexos para uma linguagem acessível, o Felipe demonstrou o desastre que se avizinhava com a aventura irresponsável chamada “Nova Matriz Econômica”.

O documento, que também foi oferecido no formato de vídeo, foi atacado e desacreditado pelo governo e por seus aliados. Fomos, inclusive, processados pela campanha de Dilma, que nos acusava de fazer propaganda eleitoral para seu adversário à época, Aécio Neves.

Felizmente, nossa “presidenta” desconhecia o caráter antifrágil da comunicação. Sua tentativa de nos censurar saiu pela culatra e nossa mensagem viralizou.

Consequentemente, conseguimos angariar dezenas de milhares de assinantes, os quais receberam direcionamento valioso para atravessar o que viria a ser a maior crise econômica de nossa história.

As redes sociais e as plataformas digitais de distribuição de conteúdo foram fundamentais para que a nossa mensagem chegasse ao seu destino final, ou seja, pessoas carentes de orientação financeira de qualidade.

Note que tanto a imprensa como instituições financeiras renomadas pareciam ignorar a tempestade perfeita que estava por vir. Um grande banco internacional, inclusive, chegou a demitir uma analista por ter correlacionado a subida de Dilma nas pesquisas com a alta do dólar.

Flertamos com o precipício, mas o Brasil é grande e não acabou. Até hoje, cinco anos depois, recebo testemunhos emocionantes de pessoas agradecidas pelo que oferecemos.

Nossa missão, desde sempre, é orientar nossos assinantes com as melhores ideias de investimento para aproveitar as oportunidades e enfrentar a realidade que se apresenta.

Ao contrário do que Dilma nos acusou, não participamos do processo político, apenas usamos o tema como um insumo relevante para as nossas análises.

Houve gente, porém, que fez das mesmas redes sociais que permitiram a disseminação da mensagem de “O Fim do Brasil” um arsenal de transformação das forças políticas, movimento que culminou com o processo de impeachment de Dilma.

Brasileiros indignados como eu e você, mas que se imbuíram de um espírito público para mudar o destino de uma nação.

Gente devotada a uma causa e disposta a fazer a diferença, mudar a história, impactando a vida e o destino de 200 milhões de brasileiros.

E, desse grupo de bravos, talvez ninguém tenha sido mais relevante que Rogério Chequer e o seu Vem Pra Rua.

Recém-chegado ao Brasil, Chequer decidiu direcionar para um causa maior toda a sua experiência acumulada em um década e meia no mercado financeiro de Nova York.

Dotado de uma capacidade única de comunicação e articulação, Rogério Chequer conseguiu capturar o zeitgeist do momento e traduzi-lo numa enorme mobilização organizada pelas redes sociais.

Como resultado, mais de 6 milhões de pessoas foram às ruas em março de 2016. Dilma foi cassada e começamos o longo processo de recuperação da hecatombe econômica em que havíamos nos metido.

Chequer agora dedica-se à vida empresarial, apesar de não ter abandonado a atuação no Vem Pra Rua (né, STF?). Atualmente, é CEO da SOAP, empresa pioneira em apresentações e comunicação estratégica no Brasil, a maior da América Latina e uma das maiores do mundo.

Nesta segunda metade de 2019, conversei bastante com Chequer. Percebemos uma enorme carência em orientação de qualidade para a comunicação pessoal. Analogamente às empresas, as pessoas precisam estar preparadas para transmitir adequadamente suas mensagens, em qualquer aspecto, mas especialmente no que tange a carreira, negócios e relações profissionais.

Não consigo imaginar alguém mais bem qualificado para nos ajudar a impactar, convencer e persuadir do que o Rogério.

É com entusiasmo que convido para o conteúdo exclusivo e inédito que Rogério Chequer preparou sobre comunicação pessoal. Neste curso online, você encontrará tudo que precisa para o seu relacionamento com os que nos cercam. Chefes, subordinados, colegas, clientes, fornecedores, competidores, etc.

Estamos próximos da virada do ano. 2020 se aproxima. Esteja preparado para as oportunidades que se avizinham.

Comunique com sucesso.

Deixo você agora com os destaques da semana.

Um abraço e boa leitura.

Caio

Inscreva-se em nossa newsletter