Você ganhou dinheiro com a Empiricus?

Fundamos a Empiricus em 2009. Estamos aqui para educar financeiramente, para dar umas risadas do mercado engomado e, quando necessário, polemizar em cima de temas controversos. No entanto, nada disso basta.

Fundamos a Empiricus em 2009.

Estamos aqui para educar financeiramente, para dar umas risadas do mercado engomado e, quando necessário, polemizar em cima de temas controversos. No entanto, nada disso basta.

Não somos professores.

Não somos palhaços.

Não somos agitadores de auditório.

A Empiricus só existe há mais de dez anos porque, de uma forma ou de outra, pelo esforço ou pela sorte, ajudamos nossos 360 mil assinantes a ganhar dinheiro.

Ao fim e ao cabo, é isso que importa. Money talks, bullshit walks.

Tomo aqui um pequeno exemplo recente, advindo do Programa de Riqueza Permanente®, que administro junto com o Richard.

Perguntados se ganharam dinheiro com o Programa no segundo semestre de 2019, os assinantes responderam desta forma:

Quase 80% das pessoas afirmaram que ganharam dinheiro. 

Mas, embora formidável, não é essa a estatística que me chama atenção.

O que mais me deixa feliz no gráfico é que a fatia de pessoas que perderam dinheiro é de 0%.

Nada é mais importante do que sobreviver no mercado. Sobrevivendo, estamos sempre aptos a jogar a próxima partida. Acumulando várias e várias partidas, juntamos experiência e trazemos as chances ao nosso favor.

Por isso, tratamos a sobrevivência como o requisito essencial de qualquer investidor que aspire sucesso.

O investidor que sobrevive ao longo do tempo assume a condição heróica do arquétipo junguiano que tratamos como O Investidor Essencial.

Como se tornar essa figura arquetípica?

A cada início de ano, meu sócio Felipe Miranda abre uma turma especial de pessoas interessadas em aprender todos os conceitos e dominar todas as ferramentas necessárias para sobreviver no mercado.

Isso está acontecendo agora. 

A rigor, hoje é o último dia para entrar na lista de interessados. Felipe está fazendo a última chamada, pronto para começar.

Eu jamais poderia recomendar exageradamente a adesão a essa lista. Estamos falando de um projeto anual que sintetiza a própria alma da Empiricus. 

Sinto que é quase que uma obrigação moral conferir o que se passa. Não apenas porque a entrada é gratuita, mas, principalmente, porque a saída pode te fazer ganhar muito dinheiro… além de educar, divertir e polemizar.

Inscreva-se em nossa newsletter