Devagar

.

Os mercados cumprem tabela nesta segunda-feira pré-Natal, em que a liquidez é fraca mas o sinal positivo predomina antes do feriado. O impulso para os ganhos vem da China, que anunciou corte de tarifas de importação sobre carne de porco congelada, farmacêuticos e alguns componentes de alta tecnologia a partir de 1º de janeiro, o que tende a beneficiar por aqui frigoríficos e o setor de commodities.