Eco

.

Dia positivo nos mercados internacionais, mas aqui no Brasil temos antes um ajuste em relação ao desempenho fraco das ADRs da véspera. Ontem, o humor foi afetado por uma notícia de que a esperada conclusão da fase 1 do acordo entre EUA e China ficaria para 2020, mas hoje a percepção já é de um acerto entre as duas potências. Por isso nossa Bolsa contraria as pares na abertura, enquanto o dólar segue cotado na casa dos R$ 4,20, deixando no ar a dúvida sobre os próximos passos do Banco Central.