Engole o choro

.

Após novos recordes alcançados ontem, as bolsas americanas dão uma pausa, mas o otimismo segue conduzindo os negócios. Ontem à noite o Ministério de Comércio chinês informou que Pequim e Washington chegaram a um consenso sobre alguns pontos sensíveis, e que o diálogo prossegue. Por aqui, o foco segue no dólar, que nesta manhã já foi aos R$ 4,25, depois de o ministro da Economia, Paulo Guedes, ter dito que vivemos uma nova dinâmica macro, com juro baixo e câmbio de equilíbrio mais alto, e que “é bom se acostumar”...