Lá vem...

Dúvidas em relação ao acordo comercial entre Estados Unidos e China voltam a pesar nos mercados internacionais nesta manhã. Isso depois de o diretor do Conselho Nacional de Comércio da Casa Branca, Peter Navarro, ter afirmado ontem que não existe qualquer acerto para remover tarifas existentes sobre importações da China como condição para a fase preliminar do acordo entre as duas potências. Mas não temos muito do que reclamar, seria natural um ajuste depois dos recordes recentes...